domingo, junho 26, 2016

25 e 26.Junho.2016 - ENCONTRO DE EX-ALUNOS

BRAGANÇA - Dia 25.06.2016, ocorreu a 1.ª PARTE do Encontro de Ex-Alunos. O Local, como vem sendo hábito, foi o Seminário de S. José de Bragança, com uma afluência normal para o 1.º Dia.
Eis alguns momentos registados, com fotos indiciadoras do evento vivido pelos PROTAGONISTAS, os Ex-Alunos de variados espaços, tempos, modos, credos e feitios, que aderem a esta causa revivalista e promissora:

Na sua versão sofisticada, adaptada aos dias de hoje, estiveram presentes os "chícharos", que ainda conservam o nome...

E o D. Bacalhau não faltou...

Uma grande empatia se gerou entre todos.

Tempos se lembraram e intenções se teceram...

A presença de muitos de primeira vez foi uma grande alegria e fonte de futurismos optimistas...

Viva a boa disposição!

Que rica sobremesa, ao desafio com a sopa e os "chícharos", obra de cozinheiras profissionais e serventes improvisados...

E Portugal vai ganhar à Croácia... Sem dúvida! Depois do Jantar, por isso torciam os aficionados do futebol.

Cuidado, que a Croácia está forte!





De certo que Portugal, neste 25.06.2016, vai ganhar à Croácia! Será mesmo? E foi!

Um pequeno grande senão neste primeiro dia, segundo o comentário de muitos Ex-Alunos: - Por que não tivemos nenhum representante desta instituição diocesana que nos desse uma palavra de acolhimento, de boas-vindas, fosse lá o que fosse? É mesmo para estranhar!

2.ª PARTE: Dia 26.Junho.2016 - VINHAIS


Logo pelas 09:30 H, descida pela famosa escadaria que conduz ao Seminário; este troço já apresenta uma cara lavada, face ao "in illo tempore".
Famosa igreja de S. Francisco, com a mítica figueira.


Precisamente no Hall de Entrada da Igreja de N.ª S.ª da Encarnação, à que se costumava chamar a Igreja do Seminário

Nave Central e Altar-mor da Igreja do Seminário

De visita ao Museu de Arte Sacra, surge a imagem do Senhor dos Passos

Numa visita à Capela da Senhora das Dores, nesse mesmo espaço do Museu




Um aspecto curioso do tecto dessa Capela da Senhora das Dores



O estilo oitecentista dos confessionários


A visão magnífica da nave central/Altar-mor da Igreja de S. Francisco

Pelo Museu acede-se ao Coro da Igreja do Seminário, onde se vê a imponência do Crucificado, em proporções similares à estatura humana


Vê-se do coro a nave e Altar-mor da Igreja do Seminário


Um Missal do ano 1617!


Dálmata e Casula, do Sé. XVIII, em muito bom estado. Enfim, uma grande lição no Museu de Arte Sacra, onde pode ler-se a informação constante na Foto seguinte.

Vale a pena ler (um Click).

Depois do Museu,olhando para trás, vem-nos à memória parte da imponente escadaria dos nossos tempos, apenas perturbada pelo divisor central

E o Virgílio, enquanto vêm chegando os Ex-Alunos, vai ensaiando aqueles que chegaram mais atempadamente...

Sim, sim, maestro!


Rapazes, queremos ver essas cordas vocais a retemperar...


Sempre tivemos muita gente nesta igreja e este ano será igual ou melhor!


FORÇA!


Quero ver esse BENEDICTUS como é...


Claro, vai ser de arromba...


Vejam bem esse Aleluia!


E começa a afluir o público vinhaense. Um dos nossos, o ILUSTRE GOUVEIA, não falha! Aí está ele com o seu filho dedicado.


Vê-se que a igreja está a encher...


Realmente, comparando com Bragança, este público, além de maravilhoso, é numeroso!


Os Ex-Alunos, integrados no Grupo Coral, já chegaram, muitos deles, de muito longe!


E o Virgílio explica ao Público a nossa presença, não só de testemunho, mas também como atitude de gratidão a esta gente fiel de Vinhais, sempre presente nas nossas Celebrações...


E todos os ouvidos ficam atentos à preparação para o início da Eucaristia...


Iniciada a Eucaristia, nota-se o ambiente de recolhimento e expectativa...


1.ª Leitura


2.ª Leitura


Proclamação do Evangelho...


Um dos nossos Ex-Alunos, Cónego Silvério Benigno Pires, proclamado o Evangelho, faz uma Homilia, que caiu em todos com profundidade e reflexão...


Sim, é verdade, o "Senhor não tinha onde reclinar a cabeça" e não é a posse de inúmeros bens que nos torna felizes...


Dá para meditar e interiorizar...


Na Oração dos Fiéis foram lembrados Ex-Alunos que jamais passarão da nossa memória, como o saudoso Pe Telmo Afonso e o Dr. Manuel Lopes...


De facto, não dá para esquecer, mas há que seguir em frente!


E a Eucaristia prosseguiu, sobrevindo o momento da Comunhão, com grande testemunho dos Ex-Alunos.


E o público bateu palmas a si mesmo, aos Ex-Alunos e à dignidade da Celebração...


São dadas orientações para o que se vai seguir nos Claustros...


Vamos ter uma surpresa nova, com visita ao espaço que muitos anos nos acolheu e agora se encontra "fechado ao público".


E O NOSSO PATRONO, A QUEM DISSEMOS: "S. José, a teus Altares", encontra-se agora a servir de sentinela a uma porta lateral deste inesquecível espaço! - Já não tens altar, S. José; contenta-te em ser porteiro!


Já no interior dos Claustros, visitámos a velha "Sineta"... Famosa "cabra".


Interior dos Claustros, com alguma verdura, mas sem a erva do jardim tratada...


Quase como a lenda da figueira, ainda tem água o velho "Chafariz", ou seja, o belo Fontanário, para manter vivos os resistentes peixes...


Como é possível este abandono?


E o conjunto de Ex-Alunos, acompanhados de familiares, preparam-se para um momento de aperitivos apetitosos, antes do almoço.


Que rico e incomparável céu azul e que imponente campanário a servir de testemunhas...


É preciso muito apetite para tão atractivos estimulantes do paladar...


Sim, foi aqui que passámos tempos bons e alguns menos bons da nossa vida! Mas foi aqui que se potenciou o nosso futuro!


Está tudo muito bom!


E seguiu-se o Almoço... Em espaço diferente do que o Seminário nos oferecia, mas sempre um espaço de ENCONTRO!


Vai-se aguardando...


Conversas em dia...


Estou mesmo a ver se me habituo à ideia da mudança de "Refeitório"!


De facto, não para publicidade, mas para registar o inédito. Neste restaurante há o sabor português, com gastronomia espanhola!


Parece-me que a "paella" estava boa!


Gostei. Tudo tem o seu tempo de adaptação, mas esta solução não esteve mal.


E falou-se, e deram-se/receberam-se abraços, e reflectiu-se sobre a amizade e continuidade.
Depois, bastantes seguiram para uma visita ao Parque Biológico de Vinhais; outros resolveram partir para suas casas; todos, mesmo todos, disseram, em voz alta, ou em silêncio, "ADEUS, ATÉ PRÓ ANO"!
Terá sido com "o nó na garganta"?


Se quiseres ver o Video do Benedictus, faz um Click neste Link .